Caligenofobia é medo de mulheres bonitas, e existe




Você já ouviu falar em Caligenefobia? Saiba que, apesar do nome complicado, a Caligenefobia é comum. O problema é caracterizado como uma fobia, ou medo extremo, que alguns homens podem desenvolver de lidar com mulheres muito bonitas.

A Caligenefobia é, portanto, o medo de mulheres bonitas, também conhecido como venustrafobia. Essa doença é marcada pela incapacidade de um homem de interagir com uma mulher bonita.

Quem apresenta esse problema, geralmente, sente falta de ar, arritmia cardíaca, ânsia e outros sintomas físicos apenas ao olhar uma mulher muito bonita. O problema também se manifesta no simples olhar para uma fotografia de mulher.




O medo de beldades é comum e pode, em alguns casos, levar o homem a pedir demissão de um trabalho por não conseguir conviver com mulheres atraentes. O tratamento do distúrbio deve ser feito com acompanhamento psicológico. Em muitos desses tratamentos, os homens com essa fobia são expostos a fotos e vídeos de mulheres bonitas para tentarem superar a situação e o medo.

Mulher Bonita

Segundo uma pesquisa da Universidade Ben-Gurion, de Israel, a beleza não é um fator determinante para as mulheres na hora de conseguir um emprego. O estudo indicou que currículos com fotos de mulheres muito bonitas são menos cotados para levar o candidato a uma entrevista de emprego.





Fonte: https://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/o-que-e-caligenefobia.html

Como saber se está a ser traído?

Existem alguns comportamentos típicos de quem está cometendo adultério. A infidelidade pode ser descoberta por meio da observação e das famosas discussões de relação.

Confira alguns indícios de que você pode estar sendo traído (a):

1 – Segundo a escritora americana, Ruth Houston, existem mais de 829 indícios de infidelidade. O primeiro deles é o fato de o parceiro/parceira nunca manter ligações recebidas ou feitas no celular. Deletar históricos de ligações é um sinal de que algo estranho está acontecendo.

2 – Mudanças de horários também indicam uma possível traição. Se o parceiro/parceira faz muitas horas extras, viagens de trabalho e outros compromissos profissionais pode ser um indício de infidelidade.

3 – Passar horas na frente do computador é outro fator estranho e pode indicar traições virtuais.

4 – O afastamento da família também é um sinal. Se ele/ela se distancia da sua família pode ser uma indicação de remorso do traidor.

5 – Inventar motivos para brigas é uma forma de justificar a traição.

6 – Saídas demoradas para coisas rápidas é outro sinal de infidelidade.


Fontehttps://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/como-saber-se-esta-sendo-traidoa.html

5 Fases de um relacionamento, a maioria dos casais não passam o número 3.

Você provavelmente já ouviu muitas vezes a expressão “prevenir é melhor do que remediar”, e os relacionamentos não são exceção. Especialistas acreditam que todas as relações passam por estágios específicos e um deles é bastante crítico. Neste post, analisamos essas etapas e o que você realmente precisa para estar preparado.

Fase 1: novo amor

O amor tem 5 fases e só os casais mais fortes passam da 3ª

© The Notebook / Warner Bros  

Você acabou de conhecer alguém especial e tudo está em fase de lua de mel. Ainda existe aquelefrio na barriga toda vez que vê seu novo amor, cada toque é eletrizante e todo beijo é infinito. Costuma checar o seu celular de vez em quando para ver se tem uma mensagem dele ou dela. No fundo, você sabe que parece um pouco ridículo, mas quem se importa? Bem, temos alguém claramente apaixonado.

Guarde bem em suas lembranças como se sente neste momento, você pode precisar disso mais tarde para refrescar sua memória.

Fase 2: estabelecer-se

O amor tem 5 fases e só os casais mais fortes passam da 3ª

© Mr. & Mrs. Smith / 20th Century Fox  

Você sente que tudo é sério e está pronto para se comprometer. Normalmente, nesta etapa, duas pessoas vão morar juntas, então vamos chamá-las de “casal”. É quando percebemos que a vida real nem sempre é cor-de-rosa. Vocês ainda tentam passar o maior tempo possível juntos, querem compartilhar todos os seus pensamentos e sentimentos, sempre perguntam um para o outro como foi o dia e estão sinceramente interessados na sua resposta. No entanto, a rotina começa a contaminar a alegria. É como encontrar a diferença entre viajar e ir morar no local: o destino é o mesmo, mas as circunstâncias são absolutamente diferentes.

Não percam esse brilho entre vocês. Tenham um tempo só para o casal, façam um passeio relaxante ou assistam a um filme. Manter esse vínculo é muito especial e muito delicado.

Fase 3: agora, a rotina e a decepção estão presentes no relacionamento

O amor tem 5 fases e só os casais mais fortes passam da 3ª

© La La Land / Lionsgate  

Você ainda tem sentimentos fortes pela sua cara metade, mas algo parece ser diferente. Não se sente tão animado em passar cada minuto com ela como costumava sentir. Responsabilidades diárias, contas, compromissos de trabalho e tarefas domésticas atrapalham o romance, e muitas vezes você se sente preso a essa rotina e começa a se perguntar se tomou a decisão correta. Esta é a fase mais perigosa do relacionamento e, se conseguir atravessá-la, há uma boa chance de que as outras sejam muito melhores.

Trabalhe para manter a chama: seu parceiro ainda é a mesma pessoa por quem você se apaixonou. Tente sempre lembrar os sentimentos que teve desde os dias em que o conheceu. E lembre-se de que a vida não se trata apenas dos seus filhos, vocês também merecem algum tempo a sós.

Fase 4: estabilidade

O amor tem 5 fases e só os casais mais fortes passam da 3ª

© Bugsy / Sony Pictures  

Neste estágio, o sentimento é de muita segurança em seu relacionamento, as pessoas são realmente como são. É possível que não sinta como se estivesse nas nuvens, como na fase 1, mas a terceira etapa, a da confusão, acabou. Ambos aprenderam a dar espaço um ao outro, a entender que cada um pode ter seus próprios gostos e preferências, hobbies e hábitos, os dois não precisam ser como gêmeos siameses, ficar grudados o tempo todo. Cada um pode continuar a ser quem é como indivíduo e ainda manter o vínculo.

Fase 5: compromisso

O amor tem 5 fases e só os casais mais fortes passam da 3ª

© Jerry Maguire / Sony Pictures  

Se chegaram a esta fase, parabéns: vocês se tornaram uma verdadeira equipe para a vida. Já não sentem falta da primeira fase romântica porque sentem-se muito à vontade com o seu relacionamento e nem imaginam que seja diferente. Vocês também aceitaram que somos todos perfeitos em nossas próprias imperfeições.

Ensine seus filhos como conseguiram manter seus sentimentos ao longo da vida – é claro que passaram por alguns desafios juntos, mas o amor verdadeiro é capaz de tudo.

Em que fase você acha que está o seu relacionamento? Tem seus próprios truques sobre como passar pela etapa mais crítica? Nós gostaríamos de saber sua opinião.

Foto de abertura Mr. & Mrs. Smith / 20th Century Fox

Fonte: Incrivel Club

9 países que comemoram páscoa de forma incrível e diferente

A Páscoa celebra a ressurreição de Cristo e, justamente por isso, é uma festa muito celebrada em países de tradição cristã. Contudo, diferentes localidades comemoram a data de formas diferentes. No México, por exemplo, a Páscoa tem um caráter mais religioso e solene, enquanto nos Estados Unidos o costume é fazer atividades divertidas.

1. Alemanha

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© AndrewPoison / Wikipedia  

O país celebra a Páscoa enfeitando uma árvore com ovos pintados em diferentes cores. E essas árvores ganham tanta atenção quanto as árvores de Natal: as pessoas se esforçam para fazer uma decoração inesquecível, seja colocando a árvore dentro de casa ou nas áreas externas.

2. Austrália

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© Kevin 503 / Wikipedia  

protagonista da Páscoa tem orelhas e carrega ovos, mas não é exatamente um coelho. Esses roedores são mal vistos no país por serem considerados uma praga, então a imagem da festividade é um marsupial conhecido como bilby. Ele tem orelhas grandes como os coelhos, mas o focinho lembra mais o dos ratos.

3. Espanha

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© flickr.com  

Na região da Catalunha, Espanha, existe uma localidade chamada Verges, onde a Páscoa é vista como uma oportunidade para refletir sobre a vida como algo breve. Na Sexta-Feira Santa acontece uma procissão em que as pessoas vão fantasiadas de esqueletos. Durante o trajeto, cenas da Paixão de Cristo são representadas, e as pessoas jogam cinza por onde passam.

4. Estados Unidos

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© jill111 / Pixabay  

As raízes da Páscoa são associadas a uma deusa pagã da primavera e da fertilidade, chamada Eostre. Segundo a lenda, Eostre encontrou um pássaro que estava à beira da morte por causa do frio. Para salvar a vida do bicho, ela o transformou em um coelho. A partir dessa metamorfose, a criatura sobreviveu, mas continua botando ovos para relembrar seu passado de ave. Em outras versões da mesma história, o coelho decorava os ovos que colocava e os entregava à deusa como sinal de gratidão. Por isso, esse ser fantástico que distribui ovos de chocolate virou símbolo da Páscoa em vários países, mas foram os EUA que o tornaram mundialmente famoso.

5. França

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© Omelette Géante de Bessières  

O personagem que enche com ovos de chocolate os cestos das crianças francesas não é o coelho da Páscoa, e sim o sino da Páscoa. Em muitas regiões da França, os sinos permanecem silenciosos a partir da Sexta-Feira Santa, como uma forma de luto pela morte de Jesus. No domingo, eles dão alegres badaladas para anunciar que o Salvador ressuscitou. Para celebrar esse milagre, as crianças ganham chocolates e alguns presentinhos.

Em outras regiões da França, como Bessieres, os nativos preparam um omelete gigantesco, que é dividido entre todos. A festa é tão importante que existe até uma confraria que organiza o mesmo evento em diferentes países, e em datas diversas. Dizem que o costume surgiu porque, em certa ocasião, Napoleão Bonaparte e seu exército visitaram um povoado situado naquela área e foram servidos com esse prato. O militar teria gostado tanto da iguaria que exigiu comer a mesma coisa no café da manhã do dia seguinte. Por isso, todos os moradores tiveram de abrir mão de suas reservas de ovos para atender ao capricho de Napoleão.

6. Grécia

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© ΙΣΧΣΝΙΚΑ-888 / Wikipedia  

No país de maioria cristã ortodoxa, a Páscoa é celebrada com muita solenidade, por isso a comida representa uma parte importante da tradição. Na semana que antecede o Domingo de Páscoa, ou seja, na segunda-feira seguinte ao Domingo de Ramos, conhecida como Megali Evdomada, são realizados eventos religiosos todos os dias, e as pessoas têm o hábito de limpar suas casas em preparação para a Páscoa.

Na Sexta-Feira Santa, o costume é comer um pão especial conhecido como tsoureki. Já no sábado, é preparada a magiritsa, uma sopa especial da época, à base de cordeiro e consumida à meia-noite. O domingo é comemorado com uma refeição tradicional em família, incluindo pratos como cordeiro assado, uma série de pratos que formam a mezedakia e diversos tipos de saladas.

7. Hungria

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© Opusztaszer / Wikipedia  

Nesse país, a água é parte importante das festividades de Páscoa. Há anos, na segunda-feira seguinte ao Domingo de Páscoa, os meninos jogavam baldes de água sobre as meninas enquanto cantavam uma canção: “Através dos verdes bosques, vi uma violeta que começava a murchar, posso regar essa flor?” Hoje, a celebração é mais discreta: em vez de jogar água nas meninas, eles jogam perfume ou água perfumada. A tradição é chamada de locsolkodás.

8. Inglaterra

Uma das mais famosas tradições de Páscoa nesse país se chama Eggjarping. São dois competidores, cada um com um ovo cozido na mão. Os jogadores batem os ovos um no outro, e perde aquele que for o dono do ovo que quebra. A prática é tão difundida que existe até um conjunto de regras que rege a competição.

9. Itália

10 Estranhas tradições de Páscoa mundo afora

© Bouncey2k / Wikipedia  

Em Florença, Itália, a celebração da Páscoa remete à época da primeira Cruzada. Trata-se do tradicional “Scoppio del Carro”, que consiste em colocar fogos de artifício em um veículo, que é incendiado em frente à bela catedral conhecida como Il Duomo. O encarregado disso é o arcebispo. Os moradores ficam em volta, usando roupas típicas do século XV, observando os fogos de artifício. Antigamente, o hábito era associado à época da colheita.

Milionário oferece mais de 260 mil euros ao homem que casar com a filha

Um milionário tailandês decidiu oferecer uma grande quantia de dinheiro e ainda toda a sua propriedade ao homem que casar com a filha. O único requisito que o futuro genro tem de cumprir é “trabalhar duro e fazê-la (a filha) feliz”.

À primeira vista, não parece ser uma tarefa muito difícil, o que levou a muitos homens ponderarem sobre a oferta.  

Arnon Rodthong, de 58 anos, é dono de uma grande quinta de frutas na província de Chumphon, no sul da Tailândia.

Karnsita Rodthong, a filha de 26 anos, ajuda-o a tomar conta dos negócios da família, mas agora o pai decidiu “assegurar-lhe” o futuro oferecendo £240.000 – aproximadamente, 264 mil euros – ao homem que casar com ela.

Além desta enorme quantia de dinheiro, o futuro genro iria ainda herdar a grande propriedade de Chumphon. Que é considerada a maior da região e está avaliada em milhões de libras.

Normalmente, em algumas zonas da Tailândia, a tradição passa pelos homens irem ter com os pais das raparigas e pagarem para poderem casar com elas. Rodthong fez a jogada ao contrário, mas admitiu estar disposto a abrir mão do negócio em prol de outro.

Eu quero alguém que tome conta do meu negócio e que o faça perdurar. Não quero um homem com um diploma universitário, ou um mestrado ou um filósofo (…) Quero um homem dedicado. Quero um homem trabalhador. Só isso”.

Apesar de Rodthong ter outros filhos, a quem poderia deixar toda a sua herança, entendeu que queria dar tudo ao futuro genro.

Assim que eu tiver um cunhado, vou dar-lhe todos os meus bens”.

Karnsita fala inglês e chinês fluentemente, é virgem – nunca teve um namorado – e tem suscitado muito interesse depois da oferta do pai.

Na mesma linha de pensamento do pai, ou quase, Karnsita também entende que o futuro marido tem obrigatoriamente de ser um homem trabalhador para conseguir a fortuna do pai. No entanto, os objetivos são um pouco diferentes. Se o pai quer um homem lutador e esforçado para gerir os negócios da família, Karnsita quer manter essa fortuna para poder realizar operações plásticas na Coreia.

A jovem diz que não está chateada com o pai pelo suposto “ato de coragem”, mas ficou um pouco “surpresa” por ter sabido da “oferta”através de amigos e não diretamente da boca do pai.

Inicialmente, eu descobri a oferta do meu pai quando os meus amigos me mostraram. Fiquei surpreendida, mas também consegui ver o lado divertido (…) é verdade que eu ainda estou solteira. Se eu tenho que casar com alguém, eu só quero que ele seja dedicado, boa pessoa e que ame a sua família”.

Fonte: TVI24

Pais proibidos de chamar filho “Griezmann Mbappé” pelo registo civil

Um casal do sudoeste da França, fã de futebol, foi proibido pelo tribunal de dar ao seu filho o nome de “Griezmann Mbappé“, em homenagem aos dois jogadores da seleção francesa campeã mundial, confirmou fonte municipal à agência AFP.

Este nome inédito foi rejeitado por um juiz do tribunal de Família em Brive-la-Gaillarde, quase cinco meses após o nascimento da criança, referiu a mesma fonte.

Segundo a rádio local France Bleu Limousin, que revelou a informação, o menino chama-se agora Dany Noah.

Quando os pais foram registar a criança, um conservador do registo civil daquela cidade francesa avisou o procurador do Ministério Público da intenção dos pais de atribuir o nome daqueles dois futebolistas e que isso podia ser contrário aos interesses da criança.

Segundo o jornal La Montagne, os nomes Griezmann Mbappé foram abandonados, mas ficaram registados na conservatória na eventualidade de haver uma decisão judicial contrária ao que ficou decidido.

Saiba quanto ganham os políticos em cada país

Os salários dos políticos variam bastante de país para país. A Love Money escolheu 31 países para saber quanto dinheiro é que os membros do Governo levam para casa. Os mais bem pagos chegam a receber mais de 78 mil euros por ano.

O salário dos políticos varia muito de um país para o outro. Analisamos 31 países de todo o mundo e quanto dinheiro os membros de seu governo levam para casa.

India: 15.450 Euros anuais

Os membros do parlamento indiano viram os seus salários duplicar em 2018. No entanto, com os subsídios e benefícios concedidos, os políticos da Índia vêem ainda este valor duplicar.

China: 19.508 euros anuais

Os membros do governo chinês, incluindo o presidente Xi Jinping, viram os seus salários aumentar 62% em 2015. Os baixos salários têm sido criticados por encorajarem a corrupção ente os oficiais do governo.

Hungria: 24.830 euros anuais

O valor do salário dos políticos húngaros é ligeiramente superior ao salário médio do país de 20.019,51 euros.

República Checa: 27.387 euros anuais

O salário base dos membros do parlamento checo é bastante superior ao salário anual médio na República Checa, que no final de 2018 era de 15.745,32 euros.

Polónia: 27.916 euros anuais

Depois de controvérsia sobre os bónus, os políticos polacos levaram um corte de 20% nos seus salários em 2018. O corte fez com que alguns deles se tornassem nos membros do governo mais mal pagos da Europa.

Turquia: 29.823 euros anuais

Os membros do governo turco viram os seus salários crescer de 9.200 para 15.250 liras em abril de 2015.

Espanha: 33.667 euros anuais

Em Espanha, os políticos ganham salários muito semelhantes com a média salarial do país. São os salários de políticos mais baixos da Europa Ocidental.

Portugal: 49,175 euros anuais

Os membros do parlamento português ganham 49.175 anuais, mais do dobro da média salarial do país.

Suíça: 58.526 euros anuais

Os políticos suíços não são os mais mal pagos da Europa, mas são os que têm uma base salarial mais baixa.

Quénia: 64.910 euros anuais

Os membros do governo do Quénia viram o seu salário diminuir 15% em 2017, como parte do plano de redução dos salários do setor público em 35%.

África do Sul: 66.753 euros anuais

Os salários dos políticos da África do Sul aumentaram em 2017. O presidente Cyril Ramaphosa optou por não aumentar os salários em 2018 num esforço de redução de custos.

Suécia: 76.751 euros anuais

Os políticos suecos são os mais mal pagos do conjunto de países da Escandinávia.

Finlândia: 79.200 euros anuais

O salários dos políticos finlandeses sobe para 85.130 euros depois de 12 anos de serviço. Os salários são definidos por um Comité de Remuneração.

Rússia: 82.757 euros anuais

Os salários variam consoante o governo em funções, mas a maioria dos ministros sem um papel sénior ganham 82.757 euros anuais.

Bélgica: 86.498 euros anuais

O salário dos políticos belgas é largamente superior à média salarial do país. Em 2017, acabaram as bebidasgrátis no restaurante do parlamento federal, hábito que durou quase 30 anos.

França: 87.472 euros anuais

A França tem uma longa história de socialismo pelo que não é surpreendente que os salários não sejam particularmente altos.

Dinamarca: 89.187 euros anuais

De acordo com a OCDE, é na Dinamarca que o salário médio é maior. Os políticos belgas não podem recusar o salário do seu trabalho e devem aceitar o salário base.

Reino Unido: 90.763 euros anuais

Os políticos britânicos esperam ver os seus salários a aumentar mais 2.323 euros este ano.

Holanda: 92.286 euros anuais

Os membros do parlamento holandês recebem uma pensão base de 7.705 euros por mês.

Irlanda: 94.337 euros anuais

Os políticos com posições de autoridade recebem ainda uma pensão adicional, dependendo do seu papel.

Noruega: 96.571 euros anuais

São os políticos mais bem pagos da Escandinávia. A Noruega lidera o Index de Democracia do Economist Intelligence Unit’s 2018 como a “Melhor Democracia do Mundo”.

Áustria: 104.549 euros anuais

Os membros parlamentares da Áustria recebem este salários mas podem pedir um subsídio adicional mensal para pagar a dois assistentes.

Canadá: 115.902 euros anuais

Um membro da Câmara dos Comuns canadiana recebe um salário base de 115.902 euros anuais. Os aumentossalariais têm sido alvo de críticas do público.

Alemanha: 118.180 euros anuais

Os políticos alemães são dos mais bem pagos da Europa. O salário visa atrair pessoas de todos os backgrounds.

Itália: 127.115 euros anuais

Os políticos italianos são conhecidos pelos seus elevados salários, mas em 2018 as suas pensões foram cortadas.

Austrália: 125.323 euros anuais

Os políticos australianos são dos mais bem pagos do mundo. Os seus salários têm aumentado 2% ao ano desde 2016.

Estados Unidos da América: 154.293 euros anuais

O presidente norte-americano, Donald Trump, doa o seu salário a grupos como o National Institute on Alcohol Abuse ou o Departamento de Segurança Interna. Mas os membros do congresso recebem menos. Desde 2010, têm votado contra aumentos de salário.

Nova Zelândia: 174.068 euros anuais

Os políticos da Nova Zelândia têm os salários congelados. O primeiro-ministro afirma que esta é uma medida para aumentar a equidade na sociedade.

Japão: 242.968 euros anuais

No Japão, os políticos recebem seis vezes mais do que os cidadãos. Os membros do governo são muitas vezes alvo de escrutínio no âmbito dos seus salários e da alegada corrupção.

Nigéria: 425.648 euros anuais

Num país onde muitas pessoas vivem com cerca de 1,77 euros por dia, o salário dos políticos nigerianos é um dos maiores do mundo.

Singapura: 787.827 euros anuais

Estes são os políticos mais bem pagos do mundo. A controvérsia gerada à volta dos elevados salários tem sido sujeita a muitas críticas, mas o governo argumenta que só assim conseguem atrair políticos de alto calibre.

Fonte: Dinheiro Vivo

Porque dia 1 de Abril é Dia da Mentira?

Muitas pessoas, ao redor do mundo, brincam com o Dia da Mentira

Muitas pessoas, ao redor do mundo, brincam com o Dia da Mentira, que acontece no dia 1 de abril, mas quase ninguém sabe a origem da data.

Tudo não passa de uma brincadeira que surgiu na França, no reinado de Carlos 9º (1560-1574). Desde o começo do século 16, o ano-novo era comemorado em 25 de março, com a chegada da primavera. As festas, que incluíam troca de presentes e animados bailes noite adentro, duravam uma semana, terminando em 1º de abril.

Em 1562, porém, o Papa Gregório 13 (1502-1585) instituiu um novo calendário para todo o mundo cristão – o chamado calendário gregoriano – em que o ano-novo caía em 1º de janeiro. O rei francês só seguiu o decreto papal dois anos depois, em 1564, e, mesmo assim, os franceses que resistiram à mudança, ou a ignoraram ou a esqueceram, mantiveram a comemoração na antiga data.Essas pessoas que demoraram para se acostumar com o calendário, e as que resistiram à troca da data, tornaram-se alvo das mais variadas formas de ridicularização. Eram chamadas de “bobos de abril”, recebiam convites para festas que não existiam e ganhavam cartões e presentes esquisitos no dia 1º de abril. Desde então, a mania de pregar peças nesta data percorreu o mundo e dura até hoje e data ficou conhecida como “Dia da Mentira“.

Esta empresa paga-lhe para viajar pelo mundo e provar comida

Alerta emprego de sonho: há uma empresa britânica que está à procura de uma pessoa para viajar pelo mundo a provar comida.

Vibrant Vegan Co., uma empresa que oferece serviços de entrega de refeições vegetarianas, está em busca de um Director of Taste (Diretor de Gosto, em português) para percorrer o mundo e experimentar novos pratos, relatando, posteriormente, as suas experiências à empresa. O candidato selecionado terá que descobrir novos ingredientes exóticos para a Vibrant Vegan Co. incorporar nas suas receitas.

O viajante escolhido passará até quatro meses em cada destino – como Índia, China, Turquia, Chile, México ou Japão – e terá direito a 28 dias de férias e a despesas pagas (incluindo viagem, alojamento e alimentação). O salário? Aproximadamente 58 mil euros por ano.

Os candidatos devem ter, pelo menos, três anos de experiência na área ou como chefs. «Apesar de a empresa ser vegana, o candidato não precisa de ser, mas deve concentrar-se apenas em ingredientes à base de plantas quando estiver a trabalhar», lê-se no site da empresa.

Aceda ao site da Vibrant Vegan Co. para saber mais sobre a vaga de emprego e percorra ainda a fotogaleria acima para conhecer os dez melhores destinos de viagem para vegans.

COMO É O CEREBRO DE UM VICIADO EM SEXO?



O viciado em sexo é capaz de qualquer coisa para saciar a sua obsessão, sem lhe importar as consequências que isso possa trazer. Contudo, isto não significa que esteja satisfeito com a sua situação: ele quer deter a sua obsessão, mas não consegue.Suas condutas sexuais são compulsivas e muito obsessivas, dificilmente controláveis… Talvez aí esteja o desafio mais importante desta condição: o fato de não saber parar significa um problema maior do que ter um desejo mais acentuado do que outras pessoas.

“O instinto erótico pertence à natureza original do homem. Está relacionado com a forma mais elevada do espírito”

-Carl G. Jung-


O cérebro de um viciado em sexo é muito parecido ao de um viciado em drogas ou álcool, mesmo que não exista uma dependência química ou fisiológica semelhante.

O caminho que o seu pensamento e o seu comportamento tomam se relaciona diretamente com o transtorno obsessivo-compulsivo que os leva a focar todos os seus esforços para conseguir mais estímulos sexuais.

A atividade cerebral da dependência do sexo reflete a mesma atividade que a dependência de drogas.

A Dra. Valerie Moon, parte da equipe de pesquisas do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Cambridge, afirma que ainda não se pode falar de dependência, apesar do estudo realizado com 19 homens adultos ter revelado uma maior atividade cerebral nas três regiões especificas do cérebro que coincidem com a dependência das drogas e do álcool.



Quando isto não acontece, as suspeitas também se concentram na biologia do cérebro: em um viciado em sexo o neurotransmissor dominante é a dopamina, que se relaciona com a motivação e a retro alimentação das recompensas.

Uma dependência de sexo pode ser avaliada na medida em que afeta o sistema emocional da pessoa, assim como a sua capacidade de levar um estilo de vida totalmente normal.

Leia Mais: Cerveja com sabor a vagina.

Outros estudos recentes revelaram que existem diferenças entre o cérebro de um alcoólatra e o de uma pessoa que ingere álcool sem sofrer de dependência.

Os processos químicos, o funcionamento neurológico e a estrutura cerebral são qualitativa ou quantitativamente diferentes comparando um alcoólatra a um bebedor ocasional. Poderia acontecer o mesmo com os viciados em sexo e as pessoas que levam uma vida sexual saudável, mais ou menos ativa?



O viciado procura saciar o seu apetite sexual porque precisa, e não porque quer ou porque desfruta do ato sexual.
Na Grécia antiga distinguia-se o ato psicossexual prazeroso (eros) do desfrute carnal (afrodisia) e também dos relacionamentos amistosos (ágape).

Contudo, a hipersexualidade apenas se relaciona com o desejo sexual material; isto é, o sexo físico ou atividade meramente afrodisíaca.

Saber se o seu cérebro é um viciado

Contudo, uma pessoa que desfrute das experiências mais corporais da sua sexualidade não tem por que esconder uma dependência do sexo.Sabemos que o nosso cérebro é viciado em sexo e que é preciso pedir ajuda quando estão presentes os seguintes aspectos:

– O dia a dia gira em torno de pensamentos, preocupações e fantasias sexuais impossíveis de esquecer e que geram impulsos incontroláveis a serem satisfeitos. O desejo sexual é excessivo mas a falta de controle é o eixo central da dependência.



-O impulso sexual não consegue ser controlado, impedido ou interrompido, mesmo que isto implique em consequências graves, perigos ou esgotamento físico.

– A materialização da fantasia funciona como um reforço da conduta: a busca do sexo não é por desfrute e prazer e sim pela necessidade fisiológica de reduzir o mal-estar que tem a ver com a incapacidade de controlar a dependência.

– Obedece à repetição de condutas ou comportamentos hipersexuais durante mais de 6 meses consecutivos, não se reconhece pela simples necessidade de extravasar em um momento pontual de estresse agudo.



– O efeito negativo aumenta com a evolução da dependência, potencializando o sentimento de culpa ou vergonha, destruindo a autoestima, favorecendo a depressão e a rejeição e trazendo consigo rupturas sentimentais, familiares e profissionais.

A dependência do sexo não é mais que uma válvula de escape para pessoas que não souberam administrar de outra forma os seus desafios existenciais.

Ainda há muito para descobrir

Rory Reid, psicólogo da UCLA, confirma que ainda há muito trabalho a fazer a respeito do diagnóstico, classificação e tratamento da hipersexualidade quando diz que “seus cérebros confirmam um desejo sexual elevado nas regiões cerebrais que esperávamos, mas o estudo não nos diz se estas pessoas tem uma dependência de sexo”.

(Fonte: amenteemaravilhosa.com.br )